八卦掌 BA GUA ZHANG

Conhecido como Boxe ou Palma dos 8 Diagramas é uma forma de Boxe Taoista com muitas ramificações e métodos. Os 8 Diagramas referem-se especificamente a 8 símbolos de Trigramas compreendendo a base de 3.000 anos de I-JING ou livro das Mutações. Forma junto com o TAI JI QUAN e HSING-I os 3 principais estilos internos de KUNG FU. É o estilo de Picar e Levantar ou Boxe das Palmas que Balançam. Sua criação ocorreu durante a dinastia MING(1368-1642) e aparece pela 1ª vez no tratado do General CHI CHI-KWANG. Utilizando principalmente as Palmas, a potência dos seus golpes assemelha-se a um chicote onde os movimentos das Palmas são feitos em conjunto com violentos giros de cintura, dando muita importância a força do deltóide.
Sinólogos concordam que os mais populares sistemas desde estilo podem ser traçados a partir de DONG HAI CHUAN (1796-1880) da província HOPEI. A ele é atribuído a criação de sua versão da arte durante o início do século XIX.
O que não é comumente conhecido é que havia outros estilos de BA GUA ZHANG (八卦掌) desenvolvidos antes que DONG HAI-CHUAN criasse seu método. Os monges da montanha O-MEI, na província SI CHUAN, onde influências Taoistas e Budistas se misturavam, também criaram inúmeros estilos de BA GUA ZHANG (八卦掌) e outras formas de exercícios de artes internas.
Existem diversas versões para a origem do BA GUA ZHANG. Todavia são somente especulações visto que DONG jamais revelou a origem de sua arte. Quase no fim de sua vida, ele contou a seus discípulos que tinha ajudado 2 sacerdotes taoístas no sul da China, que acabaram por lhe ensinar alguns dos métodos BA GUA.
De acordo com a lenda, DONG estava viajando pelo Monte KOW WAH SHA e encontrou o eremita taoísta BID CHENG HANG. Supostamente, DONG aprendera BA GUA de BID e seus 2 discípulos YIN TI MING e TSUNG IT YEUNG. Esta teoria foi publicada por WU MENG HSIA, que dizia ter aprendido BA GUA de 2 Mestres: HAN WU HSIA, discípulo de YING e KAO I-SHENG, discípulo de DONG. WU MENG HSIA, chamou a sua linhagem de “Escola Sulista” de BA GUA ZHANG. Ele chamava a linhagem iniciada por Dong de “Escola Nortista”. KAO I-SHENG aprendeu as 64 aplicações com a palma dentro da Escola do Sul. Este método foi levado para HONG KONG e TAIWAN por diverso alunos de KAO I-SHENG.
Outra versão da origem de BA GUA apareceu no livro do Mestre JEN CHIH-CHENG; “YIN-YANG P’AN CHANG( 8 movimentos de Palmas YIN-YANG)”. JEN sustenta que o titulo original da arte era YIN-YANG PA P’ANG CHANG, antes de DONG mudá-la para BA GUA ZHANG. Segundo seu relato em 1890, seu Sifu LEE CHEN-CHING começou a trabalhar como Guardas Costas de uma caravana na província ao sul do rio YANG-TZE. Ele tinha 17 anos na época. Ao mesmo tempo LEE começou a aprender YING-YANG P’AN CHANG do Mestre TUNG MING LEN. JEN defende que o mesmo ensinou TUNG HAI-CHUAN quando este estava viajando pelo país em sua juventude.
As últimas pesquisas Históricas conduzidas pela ASSOCIAÇÃO DE ARTES MARCIAIS de BEIJING, relatam que tanto a teoria da Escola do Sul e a derivação do YIN-YANG PA P’AN CHANG são incorretas. Para esclarecer o mistério da história do BA GUA ZHANG (八卦掌), a ASSOCIAÇÃO de BEIJING investigou 650 casos da dinastia CHING e entrevistou mais de 250 pessoas. Em se pesquisando a teoria da Escola do Sul não é provável que o templo taoísta do Monte KOW WAAH SHAN possa ter sido fundado entre a dinastia MING OU CHING. Existiu contudo um templo Budista nas proximidades.